Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ser tua Mãe

Uma espécie de diário desde o dia que soube que ia ser tua Mãe.

Uma espécie de diário desde o dia que soube que ia ser tua Mãe.

Ser tua Mãe

27
Fev19

Mais um passo na tua independência.

para ti.

Hoje deste mais um "passo".

Lembrei-me que te planeei ao pormenor, sonhei como serias um dia e o amor fez com que tu viesses ao mundo. Chegaste não quando querias, mas quando achámos que era melhor... Talvez possa ter sido um erro, talvez não estavas preparado e aí a tua insegurança tão grande neste mundo cá fora durante o teu primeiro ano de vida. De qualquer das formas foi a decisão mais segura e não me arrependo, apenas reflito sobre ela.

Vieste grande, inchado e com uma cara que te identificou logo... Ias ser malandro.

És um malandro. Os dias passam, os meses correm... E tu cresces a uma velocidade que nem dou conta. Amo cada momento que corres para mim quando chego a casa, amo a tua vontade de estar junto a mim, és assim desde que nasceste.

Mas hoje... tu hoje pediste os livros todos antes de dormir, li todos, dei-te o leitinho como sempre, beijei a tua testa umas 100 vezes pus-te na cama e fui embora. Adormeceste sem eu cantar, sem eu te embalar... Adormeceste sozinho na tua caminha, no teu quarto. Já te sentes seguro, já estás ciente que eu estou lá sempre que precisares... Que não fujo... No entanto, já não precisas assim tanto de mim. 

Hoje senti mais um "corte no cordão" mais um passo na tua independência.

Amo-te filho, amo cada dia mais ser tua mãe e sei que a tua vida não me pertence eu sou apenas aquela que te coloca neste mundo e te indica o melhor caminho para um dia seres um homem feliz.

21
Fev19

O que idealizei.

para ti.

Antes de ser mãe tinha uma imagem de um filho que um dia gostaria de ter. Confesso que nunca foi um sonho meu ser mãe mas sempre fez parte dos planos. Quando te quisemos foi uma decisão muito pensada e muito desejada.

Queria um menino. Que não fosse mariquinhas, no sentido de cair e se levantar logo e não ficar a chorar por pequenos contratempos. Que fosse bruto como eu. Que fosse carinhoso e afetuoso q.b. como eu. Que tivesse sentido de humor como o pai. Que tivesse caracóis como eu. E que gostasse de estudar, de ler e de ter interesse no mundo que o rodeia. Queria um filho que nas imperfeições me visse a mim e ao pai mas numa versão melhorada. Queria um filho saudável e brincalhão. Queriamos um Matias.

Filho até agora a única coisa que não sei se serás é interessado pelos estudos mas garanto-te que tudo o resto é tal e qual como imaginei. 

Obrigada por me teres escolhido como tua mãe. Por nos teres escolhido como teus pais. 

 

19
Fev19

Febre.

para ti.

Há 3 dias que tens febre.

Há 3 dias que não atiras com os brinquedos, que não corres a casa toda e que não te ris a gargalhada.

Há 3 dias que me sinto impotente.

Há 3 dias que tento que durmas tranquilamente no meu peito.

Há 3 dias que adormeces no sofá no meu colo com a moleza da febre.

Há 3 dias que parecem 3 anos.

Mas porquê que temos de ver um filho doente e não podemos tirar esse sofrimento? 

Há 3 dias que não durmo.

Fica bom depressa amor. Vem aí o fim de semana e eu quero ver-te a correr feliz ao sol.

11
Fev19

Calma filho.

para ti.

Estou aqui, perdida a olhar para a tua foto no ecrã do meu telemóvel. O teu olhar, o teu sorriso transmitem tudo o que preciso para continuar em frente. Agora que nos entendes cada vez melhor, que te movimentas bem e que a tua independência começa a ser maior… a nostalgia invade-me. Agora já não quero que os dias passem depressa como no início quando eras muito pequenino. Agora só quero que cresças bem e ao teu ritmo, e sendo o teu ritmo tão acelerado tem calma filho, não me fujas dos braços. Deixa-me apertar-te mais um bocadinho no meu colo quando adormeces, deixa-me dizer-te mais uma vez ao ouvido que te amo, deixa-me beijar-te mais umas 1000 vezes antes que não o queiras mais.
Amo ver-te a crescer, cada novidade, cada meta que atinges a cada dia que passa. Amo como acalmas no meu colo, amo como pedes o meu aconchego e te sentes bem junto de mim.
Olho novamente para a tua foto, e acho que estou a fazer tudo certo, mesmo que todos os dias ache que falhe em qualquer coisa. O teu sorriso e o teu olhar feliz “dizem” tudo o que preciso “ouvir”.

07
Fev19

Birras.

para ti.

Chegou a fase das birras.

Queres impor-te. 

Não queres limites.

Queres tocar em tudo, ver tudo... 

O mundo é uma descoberta diária para ti. 

Nós tentamos mostrar-te que existe o Sim mas também existe o Não. Que existe o Bom e existe o Mau. Tentamos mostrar e ensinar limites. Mas na tua cabeça é uma luta e uma frustração diária que tentas mostrar quando te contrariamos.

Meu amor quero que saibas que nós entendemos o que estás a passar. É um processo. És tu a afirmar-te como pessoa como um ser independente.

Há dias cansativos e os pais não são de ferro... Também quebramos e tu um dia vais crescer e perceber isso.

Não somos teus inimigos somos apenas aqueles que te guiam e que te querem transmitir os valores para um dia te tornares um Bom homem.

Sei que ainda é só o começo mas vamos lá ultrapassar mais uma fase!

04
Fev19

Há 2 anos e Hoje.

para ti.

Há 2 anos às 18h entrava eu para mais uma aula de cycling.
Hoje eram 18h tinha-te no meu colo a adormecer-te para uma sesta.
Há 2 anos o que me mantinha feliz era o treino diário e o peso na balança.
Hoje o que me mantém feliz é o teu respirar tranquilo enquanto dormes.
Há 2 anos depois do treino era mais uma rapariga normal que ainda não sabia o que era ser tua mãe.
Hoje deitei-me ao teu lado enquanto dormias e senti que afinal existe algo muito especial neste mundo. Mais do que eu imaginava há 2 anos atrás.
O teu respirar, o teu ar sereno enquanto dormes, o calor do teu corpo junto ao meu, as tuas pequenas mãos a tocar no meu peito e os teus pés junto à minha barriga. És meu. És parte de mim. E ali fiquei 1h a contemplar a tua sesta. Não consegui dormir só quis aproveitar o silêncio e nós os 2. Ali naquele quarto sozinhos como há 14 meses atrás quando estivemos no recobro. Estar 1h a ouvir o teu sono profundo fez o amor que sinto querer saltar do peito. É mesmo algo que não é possível explicar. Um filho é mesmo um pedaço de nós.
Há 2 anos já te planeava… mas nunca pensei que seria assim. Nunca pensei que irias ter os caracóis como sempre imaginei e o sorriso maroto com que sempre sonhei.
Hoje não saí de mais uma aula de cycling com aquele sentimento brutal de um pós treino mas senti algo bem superior… que uma vida pós filhos é uma outra vida, é dar significado a tudo o que fazemos neste mundo e sentir que o amor é mais forte que alguma vez irei conseguir explicar.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

Calendário

Fevereiro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.