Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ser tua Mãe

Uma espécie de diário desde o dia que soube que ia ser tua Mãe.

Uma espécie de diário desde o dia que soube que ia ser tua Mãe.

Ser tua Mãe

14
Set18

Dentes e vacinas

para ti.

Os dentes andam a romper de 2 em 2.

Tens tido noites de muito choro. Muitas dores.

Os dias nem têm sido maus.

Andas a gatinhar muito e a pôr-te de pé. Ando sempre perto de ti com medo que caias. 

Ontem foi a segunda dose da Bexsero.

A noite foi de choro inconsolável... nunca te vi assim. Choraste tanto e eu tentava acalmar-te e só a maminha te ajudava.

Foi a noite toda a chorar... mesmo ao meu lado coladinho a mim tinhas dores.

Que raio ver um filho sofrer e não podermos ajudar. Que impotência meu Deus. Mas e a força que senti? Mesmo sem dormir estava ali firme para ti. E hoje estou aqui no trabalho, sem dormir, mas mais tranquila porque recebi o telefonema da avó a dizer que estás bem. 

Que estes dentes venham de vez e que acabe este sofrimento que tens passado.

Eu serei sempre o teu porto de abrigo 💕

05
Set18

9 meses de ti.

para ti.

Hoje fazes 9 meses.
O mesmo tempo que passaste na minha barriga... Ui que nostalgia…
E estás tão crescido filho. Estás enorme e és um bebé feliz. (10.170kg e 74cm)
- Já sentas sozinho
- Bates palmas
- Dizes adeus com as mãozinhas
- Reconheces os teus brinquedos pelo nome, especialmente a tua “bolinha”
- Brincas muito connosco, atiras a bola e tentas “cabecear” a bola como o pai faz
- Imitas muitas coisas que fazemos
- Adoras água, quer seja para beber ou para brincar
- Gatinhas na perfeição e com uma rapidez…
- Já te vais pondo de pé agarrado ao sofá ou ao móvel da TV
- Tens 2 dentes e vêm outros a caminho (tens sofrido um bocadito com isto)
- Adoras ver BabyTv especialmente o “Charlie e o Alfabeto Inglês”
- Andas carente do meu colo, especialmente de noite
- Continuas a amar a maminha da mãe
- Adoras passear com as avós e já ficas no baloiço do parque
- Comes bem quando tens fome, rejeitas a comida quando estás com sono
- Preferes comer fruta à mão
- Adoras a nossa cadela Naevia
- Não gostas de trocar de roupa nem trocar de fralda, é uma luta!
- Andas muito “falador”
- Aborreces-te muito facilmente e queres estar sempre no chão
- Gostas de adormecer com a fralda na cara e com a chuchinha
- No banho brincas com os barquinhos e com a água


Meu Deus, como o tempo voa… como eu te amo. Que noites difíceis que temos tido, mas o amor é tanto, e aumenta cada dia mais e mais…
O pai e a mãe amam-te muito meu amor.

 

05
Ago18

8 meses de ti.

para ti.

E já voaram 8 meses. (9.910kg e 72cm)

Meu amor e que lindo e crescido estás!

- Já gatinhas à tua maneira mas a uma velocidade louca xD

- Sentas na perfeição

- Comes muito bem e gostas de comer com as mãos, mas quando não queres dizes logo de tua justiça

- Tentas sentar-te sozinho

- Tentas elevar o tronco para chegar a coisas altas

- Bates palminhas <3

- Dizes adeus com a mãozinha

- Tens um choro diferente, agora mais sentido e emotivo

- O teu cabelo está a encaracolar como o meu xD

- Adoras brincar

- Adoras estar na cadeira da papa a atirar os brinquedos para o chão

- Gostas de ver o baby tv mas só alguns programas que lá dão

- Gostas de me ouvir a imitar os animais

- Andas a dormir um bocadinho melhor

- Abres os braços para vir ao colo

- Não estranhas outras pessoas

- Ontem fomos almoçar fora e portaste-te muito muito bem

 

Estou tão apaixonada por ti meu amor.

A mãe ama-te muito, digo-te todos os dias.

<3

28
Jul18

Primeiro dentinho.

para ti.

E eis que dia 26 de julho olho para a tua boquinha e tens uma gengiva super vermelha... 😍😍 

Dois dias depois o teu primeiro dentinho (em baixo do lado direito) fura e tu andas aflito. Gostas de comer maçã fria, cenoura e banana para aliviar a dor.

Mais um marco no teu desenvolvimento. E nós andamos em êxtase.

Já levantas a mão para dizer adeus e já começas a bater palminhas. Já começas a sentar bem e gatinhas à tua maneira por todo o lado. Quando te ajudo a sentar fazes força para te levantares.

Estás a crescer tão rápido meu amor.

Oh tempo tem lá calma 💕

17
Jul18

Tenho medo.

para ti.

Houve aí umas semanas que andavas a dormir melhor. No teu quartinho descobrimos que dormias melhor, então a muito custo meu, passámos-te para o teu quarto. As noites eram melhores comparando com o que eram, acordavas 2 vezes no máximo 3. E era apenas para mamar.

De há 2 noites para cá o cenário voltou ao que era, para meu desespero.

Assim que adormeces, passados 30min mexes e remexes até que choras, choras muito porque te custa a voltar a dormir. Eu vou lá e acalmo-te e voltas a dormir. Às vezes bastava isso. Agora não tem bastado. Passada 1h/2h voltas a chorar... mas destas vezes sem te  conseguir acalmar na caminha. E eu tremo de medo. Medo das noites que tive durante estes 7 meses... não quero que voltem. Tenho medo que durmas na nossa cama e depois se torne rotina. Medo que te habitues só a dormir colado a mim.

Isto da maternidade não é nada certo. O que ontem resultava, hoje já pode ir por água abaixo.

Eu choro de cansaço e de desespero sem saber o que fazer para teres uma noite descansada. Ontem peguei em ti e levei-te para dormir connosco. E assim foi. Dormiste mais uma noite no meio de nós. Se foi melhor? Pelo menos sempre que acordavas a chorar desesperadamente eu estava logo ali, tentava acalmar-te logo.

Serão dores? Será de eu ter voltado ao trabalho? Não quero acreditar que  já sejam problemas de sono, ainda és muito bebé para pensar nisso.

Tenho medo de te habituar "mal", mas será que te levar para junto de nós à noite é habituar mal? Será que este medo surge de tudo o que ouvimos dizer? "Ah o colo habitua-os a dormir mal" "Ah tu vê lá ele tem de dormir sozinho se não depois nunca mais dorme bem"

Tenho medo...

Mas olha amor da mãe, se agora for assim de hoje em diante vou ter de por esse medo para trás e levar-te para a nossa cama, porque tanto tu como eu precisamos de dormir e de descansar.

Certo ou errado? Não sei se existirá isso na maternidade.

 

 

05
Jul18

7 meses de ti.

para ti.

E chegámos aos 7!

9.550kg e 71cm

- Dás as gargalhadas mais lindas que alguma vez ouvi.
- Dizes mama/mãe, papa e falas sozinho a língua dos bebés
- já praticamente gatinhas
- rebolas por todo o lado e rastejas

- já dormes no teu quarto na tua caminha 

- comes super bem e adoras banana e comer com as mãos
- adoras água
- continuas a adorar maminha
- já sentas algum tempo sem apoio
- abanas os brinquedos para ouvir o barulho e atiras para o chão de propósito e dizes "aaaah!"
- adoras brincar com o pai

 - adoras a Naevia a nossa cadela e partilhas bolachas com ela

Estou  mais e mais apaixonada... e o melhor da minha vida agora é que sempre que volto a casa sei que te tenho, meu amor, à minha espera

04
Jul18

Carta de um filho para a mãe que voltou ao trabalho.

para ti.

Querida mãe,

Sei que este momento é doloroso. Vamos ter de nos separar um pouquinho. Sei que vais chorar. E eu vou chorar também. Mas sei que precisas trabalhar para seres feliz na profissão que escolheste. Por isso, não te culpes, mãe. Sei que é para o meu bem.

Quando me deixares com a avó poderás sofrer. Sentirás que te falta parte de ti... Acharás que ninguém vai cuidar de mim como tu cuidas. É claro que eu te prefiro a ti, afinal, és a minha mãe. Mas preciso também de aprender a ser independente, conhecer outros lugares e outras pessoas.

Podes achar que eu não me vou adaptar, mas vou-te surpreender. Mesmo sendo difícil no início, vou aos poucos me acostumando com a nova rotina. Posso até chorar na hora que sais de casa mas, quando virares as costas, vou-me distrair com outras coisas. Vou evoluir e passar por novas experiências. Vou ficar mais esperto e maduro.

Por isso, mãe, não sofras. Todas as mães que trabalham passam por esta separação, de uma maneira ou de outra. Um dia, vou entender que tudo o que fizeste foi para me dar o melhor. Vou me orgulhar de ti. E vou querer fazer igual se um dia tiver filhos.

Todos os dias ficaremos afastados por algumas horas. Mas vamos nos reencontrar e matar as saudades. Voltarei feliz para o teu colo. E esse será o melhor momento do nosso dia, que vais guardar no coração para o resto da tua vida.

Te amo, mãe. Força.

O teu bebé.

 

<3

03
Jul18

Mãe de menino.

para ti.

Há um ano descobrimos que viria aí o nosso menino!

Ainda a engano o médico nos disse que era uma menina... mas depois lá viu melhor e disse "Esperem, é um Matias sim sr!"

Nunca mais me vou esquecer do dia que soube que o nosso Matias estava ali na minha barriga a crescer dia após dia. E que saudades... tenho saudades da barriga, dos teus pontapés e da emoção das ecografias.

<3

01
Jul18

Julho. Mês de mudanças.

para ti.

Amanhã filho começa uma nova fase nas nossas vidas.

A mãe vai voltar ao trabalho. Já não vou estar sempre aqui 24h contigo. Mas tu estarás sempre 24h comigo... não me vais largar o pensamento. Vai doer deixar-te as manhãs...

Serão apenas 5h longe de ti e sei que ficas bem pois ficas com as avós e o pai... mas... o meu coração de mãe vai estar sempre junto do teu.

Quero que saibas que não te estou a abandonar, a tua maminha não vai estar lá para as sestas da manhã e as brincadeiras que só nós 2 faziamos de manhã vão ficar só para a tarde. Espera por mim filho a mãe todos os dias vai chegar a casa com uma vontade ainda maior de te abraçar e beijar. A mãe vai continuar a estar lá nas noites complicadas e a mãe virá a voar se de mim precisares!

Não quero que isto seja duro para nós e sei que até nos vai fazer bem. Afinal tu não és meu, tu és do mundo. Eu apenas sirvo para te ensinar os caminhos que podes escolher e para te amar incondicionalmente.

Amanhã vais ficar com a avó e eu vou sair para o trabalho de coração apertadinho mortinha para regressar a casa. Porque agora o regresso a casa vai ser ainda mais especial.

17
Jun18

Noites longas.

para ti.

Olho à volta e parece que todos os bebés já dormem menos tu.

Os dias vão passando as noites são um terror... acordas um número infinito de vezes porque não consegues ligar ciclos de sono. E eu... eu estou exausta.

Desculpa filho mas um dia vais perceber que apesar de tudo eu não sou de ferro. Há noites que me sinto capaz e outras que me apetece sei lá desistir... mas desistir de quê? A tortura do sono é algo que só quem passa sabe entender. É duro muito duro.

De dia fazes sestas curtas ou então não queres dormir... tudo é novo para ti e queres descobrir tudo, mas o sono faz-te falta filho.

Um dia quero que leias isto e digas: "a sério mãe? eu não dormia?" Pois filho dormias... mas muito mal. Eu é que mal durmo... e o cansaço apodera-se de mim e não me faz ser a melhor mãe que queria ser. Tento todos os dias que não sintas o meu cansaço extremo mas confesso que não é fácil.

Amo-te com todas as minhas forças mesmo que por vezes elas pareçam que não existem.

Tenho esperança... esperança que as noites melhorem e que eu possa voltar a sentir-me bem.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

Calendário

Setembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.